close
Indigo Park Indigo Brasil: conheça o impacto causado na economia

Park Indigo Brasil: conheça o impacto causado na economia

A Park Indigo Brasil já investiu R$ 150 milhões em um ano de atuação no país. Em 2016, a companhia francesa dava início a sua jornada por aqui. É a única operadora do setor presente em três continentes, e atuando em todos os segmentos de estacionamentos.

Indigo em números*:

  • – mais de 18 mil funcionários
  • – presença em 17 países
  • – mais de 500 cidades
  • – mais de 4600 estacionamentos no mundo
  • – mais de 2,3 milhões de vagas
  • – mais de 2,5 mil quilômetros de vagas nas ruas

Fonte: Indigo, julho 2017.

Mesmo em um momento difícil para a economia nacional, a empresa chegou com a força que se espera da líder mundial em gestão de Estacionamentos. A Indigo Brasil faturou R$ 200 milhões em 2016, e a projeção para 2017 é dobrar seu faturamento e superar a barreira de R$ 500 milhões.

Park Indigo Brasil: planos para o futuro.

 

A aposta para crescer no país é fomentar novos segmentos, como operações de estacionamentos em arenas esportivas e supermercados. Em 2016, a Indigo Brasil conquistou 35 novas operações, e até março de 2017 foram abertos 20 novos estacionamentos. No total, a empresa opera 192 estacionamentos em 17 Estados brasileiros. Isso representa mais de 180 mil vagas.

De acordo com o CEO da Park Indigo Brasil, Fernando Stein, alguns fatores possibilitaram o crescimento da empresa em meio ao cenário econômico atual. Entre eles, a implementação de novas tecnologias, gestão de pessoas, redução de custos operacionais e grandes investimentos nas operações dos seus clientes. “O mercado brasileiro é um dos maiores e mais dinâmicos no mundo, com oportunidades em diversos segmentos. Já temos forte presença em estacionamentos de shopping centers, hospitais, universidades e projetamos conquistar novas operações nos setores acima e avançar para supermercados e arenas”, explica Stein.

 

Inovação Tecnológica

 

Essencialmente, a Indigo tem a inovação como parte do seu modo de gerir e operar espaços. Mais do que isso, como a própria empresa se posiciona, a sua missão é a criação de espaços para o Futuro. Assim, a Park Indigo Brasil traz tecnologias como a do Connecpark 3.0, de sua Operação 3.0, ou até na aplicação do Business Intelligence (BI) em todos os seus processos.

O Centro Nacional de Controle da Indigo – Connecpark 3.0 – gerencia e integra, por meio de uma plataforma multifuncional, vários sistemas de automação como WPS, Link, Nepos e Zeag, entre outros. Ou seja, a Park Indigo Brasil controla todos os estacionamentos da sua central 24h, com rotinas preestabelecidas de auditorias, garantindo qualidade e confiabilidade dos processos operacionais. Esta é apenas uma das tecnologias que só a Indigo Brasil oferece entre as administradoras de estacionamentos do país.

Além da preocupação em levar a tecnologia para suas demandas externas, a Indigo Brasil implementou a gestão e análise de dados por meio do BI. O Sistema permite ao contratante o controle e acompanhamento online de todas as informações do Estacionamento. Em tempo real, via web, o Sistema realiza diversos procedimentos de alta complexidade. Junto aos investimentos em tecnologia está o desenvolvimento e capacitação de novos talentos pela gestão de Pessoas.

 

Gestão de Talentos

 

Após um ano, com 150 milhões de reais investidos e a perspectiva de triplicar este número em 2017, a Indigo Brasil traz um modelo único na qualificação constante dos seus mais de 3 mil colaboradores. Além de contar com gestores experientes no ramo, cada estacionamento é administrado como uma unidade de negócio independente, maximizando os resultados da operação.

Esse acompanhamento só é possível com o estudo de indicadores de administração, performance e impacto, obtidos nas tecnologias utilizadas pela Indigo Brasil. Desta forma, o atendimento pode ser feito de acordo com o segmento de cada cliente coorporativo. As tecnologias criam facilidades no desenvolvimento das pessoas que formam a empresa, oportunizando o crescimento profissional dos colaboradores.

Entre estes processos estão o Centro de Desenvolvimento Plantar (CDP) e a Unidade de Treinamento Móvel (UTM). O CDP se trata de um espaço físico, criado nas principais operações pelo país, com o objetivo de servir na execução de treinamentos periódicos. Na mesma linha, a UTM, um veículo equipado com diversos dispositivos, é um dos braços da Capacitação e Desenvolvimento de Talentos da Indigo Brasil. O objetivo é estimular novos hábitos e comportamentos nos Colaboradores da Operação, por meio de interações tecnológicas.

Além disso, os treinamentos são aplicados em plataformas virtuais como o E-learning com conteúdo em vídeo, testes, apresentações, permitindo o acesso a qualquer momento. Ainda é possível analisar os dados individuais gerados pelos cursos. O colaborador da Indigo Brasil ainda pode frequentar as aulas da Universidade Indigo, que promove conhecimentos em inglês, espanhol, ferramenta digitais, entre outros.

 

Mercado Brasileiro

 

O Brasil foi eleito pela holding mundial como um dos mercados prioritários para investimento. Para se ter uma ideia, o a operação no país finalizou 2016 correspondendo a 6% do faturamento mundial. A receita líquida global do mesmo ano foi 860 milhões de euros. Dessa forma, a Indigo Brasil se destaca cada vez mais, além de já ter estabelecido sua forte presença no mercado brasileiro.