Blog da Indigo Brasil

Tudo que você precisa saber sobre gestão de estacionamentos

Indigo expande atuação e passa a administrar estacionamentos do Grupo Dasa

Líder mundial em gestão de estacionamentos amplia presença no setor de saúde e assume 57 operações em laboratórios de análises clínicas


A Indigo, líder mundial em gestão de estacionamentos e mobilidade individual, anuncia sua parceria com o Grupo Dasa, maior empresa de medicina diagnóstica do Brasil e da América Latina, para administrar os estacionamentos das unidades do grupo em São Paulo.

“A expertise da Indigo no setor de saúde foi crucial para a parceria com o Grupo Dasa é para nós de extrema relevância ampliar a participação tanto no segmento quanto no estado de São Paulo. No último ano, expandimos em 30% nosso portfólio de clientes, buscando sempre a excelência em nossos serviços e a ampliação de nossa atuação nacional”, destaca o CDO da Indigo, Roque Perachi.

O Grupo Dasa é reconhecido pela qualidade de seus serviços e buscava proporcionar melhorias infraestruturais, aporte tecnológico, comodidade e segurança para seus clientes, bem como sistemas com acessos a números e indicadores para os gestores do negócio.

Thiago França, Gerente Nacional de Manutenção e Facilities do Grupo Dasa, salienta a preocupação do Grupo em avaliar grandes empresas antes da escolha pela Indigo “acreditamos que o espaço do estacionamento é como o nosso cartão de visitas, onde uma experiência positiva gera um impacto igualmente positivo na experiência do cliente Dasa. Nós escolhemos a Indigo, pois julgamos a melhor empresa do mercado”.

As novas operações, iniciadas em 2020, tiveram a abertura faseada ao longo do primeiro semestre do ano, contudo em alguns momentos foi necessário avançar ou recuar no cronograma. Segundo França, “a agilidade da Indigo para lidar com essas situações sempre com um alto nível de serviço” são os pontos positivos de destaque no início da parceria.

Com essa nova parceria, a Indigo amplia em 53% sua atuação no estado de São Paulo e projeta crescimento no setor de saúde ainda em 2020.